O segundo é melhor que o primeiro

Em que lugar no mundo, o segundo pode ser melhor que o primeiro?

O primeiro é pioneiro, é o ganhador, é o merecedor… Mas quando se trata de ir atrás do seu sonho, como eu disse dias atrás, o primeiro passo é importante, mas o segundo é muito mais difícil. Alcançar a sua visão é algo para poucos e o que os distingue dos demais está nesse pequeno detalhe.

Marcos Evangelista de Morais, a pessoa que ergueu o troféu mais cobiçado na Copa do Mundo FIFA de 2002 – sim, esse é o nome do Cafu – passou por 9 “peneiras”, antes de conseguir seu lugar ao sol no mundo do futebol. Decidir se tornar um atleta desse esporte no nosso país, onde mais de 80% dos jogadores ganham um salário de menos de mil reais já é extraordinário (the first step). Mas persistir depois do primeiro “não”, do segundo, do terceiro e daqueles que vierem, isso sim é um desafio a ser batido.

Pode ser árduo. Pode ser custoso. Pode ser até penoso. Mas pode ser grandioso.

Continuar caminhando quando tudo diz o contrário, é característica dos campeões. Manter o foco sem visualizá-lo é ver o que ninguém vê e viver o futuro, hoje.

“Mas e se não acontecer?”

“Mas e se for tudo coisa da minha cabeça?”

“Mas e se não for para ser?”

Bem, se o Cafu fosse viver de “se”, ele teria visto a final naquele 30 de junho pela televisão. Coronel Sanders teria visto outra pessoa criar sua franquia de frangos. Thomas Edison jamais teria inventado a lâmpada.

Esperar por um resultado imediato, entretanto, depende de cada um. Se meu objetivo é chegar na esquina, 5 minutos e alguns passos são mais que suficientes. Mas será que um sonho é do tamanho dessa caminhada ou da conquista de uma maratona? Correr atrás do que almejamos sempre depende de nós mesmos e do tamanho da nossa mente. O primeiro passo é necessário em ambas as situações, mas é o segundo passo que faz a diferença no final. Continuar em direção ao objetivo e não desistir é dar o segundo passo. E o terceiro. E o quarto…

O foco na linha de chegada é fundamental (como explanarei daqui alguns dias), mas poder admirar a paisagem enquanto se corre – ou caminha, lembre-se, a direção é mais importante que a velocidade – é essencial. Como diria Edison…

I have not failed. I’ve just found 10,000 ways that won’t work.
Keep walking.

Carlos Amend / Digital Marketing

Posts recentes
Mostrando 2 comentários
  • Ivan Mesquita
    Responder

    Edificante e estimulante! Pra frente Givr, rumo ao alvo.

  • RENATO BATISTA
    Responder

    MUITO OBRIGADO SENHOR, PELA A OPORTUNIDADE E POR NUNCA TER DESISTIDO DOS MEUS SONHOS!!!!

Deixe um comentário